Propaganda feia tem desconto?

feiaA tendência chegou aqui no Brasil: supermercados dão descontos de até 40% em alimentos “feios”.

Alimento feio é a famosa cenoura de duas pernas. É a banana reta, sem a perfeita curvatura de 30o à esquerda, favorecendo a mordida. É o chuchu que tem cara de muita coisa: de berinjela, abobrinha, bexiga murcha. Menos de chuchu.

Mas, apesar de terem passado na fila da feiúra duas vezes, esses alimentos são tão nutritivos e gostosos quanto os outros. Ô lá em casa.

Seguindo esse conceito, alguns varejistas estão criando nichos especiais para os feiosos. Assim, esclarecem o assunto para o cliente. Reduzem o desperdício de comida. Deixam o pepino com jeitão de baiacú cheio de si. E, claro, vendem muito mais.

O pioneiro na iniciativa foi o Intermarché, da França. Aliás, com uma campanha sensacional: Inglorious Fruits and Vegetables.

Agora, e se fosse com a comunicação de varejo? Tem coisa feia demais sendo veiculada por aí, não tem?

Com o chuchu desprovido de beleza, a feiura é culpa do clima. Do DNA da fruta. Do vento. Da Lua em Áries. É de tudo que não dá pra controlar. Menos dos agricultores.

Com a propaganda feia é justamente o contrário. A culpa é da turma toda envolvida na lavoura: a dupla de criação, o diretor de criação, o atendimento, o cliente. Isso aí, todo mundo junto, a responsa é a mesma.

Nem adianta jogar a responsabilidade no clima que está o País. “Com a crise é preciso ser mais vendedor”. Sim, é verdade. Mas desde quando pra ser vendedor tem que ser feio?

Também é sacanagem dizer que é por causa do target. Quem disse que classe C não gosta de coisa bonita? Foi seu preconceito ou o Instituto de Pesquisas Acho Quê?

E também não dá pra botar a culpa no vento, que passou feito furacão levando pra longe o prazo, a verba e o que mais estivesse no caminho. Dá pra criar muita coisa bacana com pouco tempo e pouca grana. A propaganda argentina virou referência encarando problemas como esses.

Ou seja: nada é desculpa para veicularmos aquele comercial-chuchu-deformado: sem graça, insosso, sem tempero. Com cara de tudo, menos de boa propaganda.

Campanha feia não atrai consumidor nenhum. Ah, mas sempre tem um jeito de resolver: é só o anunciante e a agência também darem 40% de desconto para o sujeito que sofre assistindo seus comerciais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s